Profecia

No ano em que morreu o rei Uzias, eu vi também ao Senhor assentado sobre um alto e sublime trono; e o seu séquito enchia o templo. – Isaías 6:1

Sempre achei interessante a narrativa bíblica, a maneira como o profeta comunicava a palavra trazida da parte de Deus.

Ele procurava à sua maneira e da melhor forma possível contextualizá-la ao momento histórico em que vivia, não era uma mensagem aleatória, como que jogada.

Fico pensando também no discernimento que deveria ter para saber se não era um mero sonho, algo fruto de sua imaginação, e saber dizer um de outro, e tirar uma lição prática, algo que fosse realmente a mensagem que Deus queria dar às pessoas de sua geração ou de um futuro distante do qual não tinha sequer um vislumbre, e não uma mera adivinhação.

Eu mesmo tenho muitos sonhos e visões, a maioria dos quais não consigo entender, alguns que me trazem apreensão, outros deslumbramento, e outros ainda espanto e medo.

Tenho certeza que com muitos de nós, servos do Senhor, Ele ainda hoje fala por meio de sonhos e revelações, e cabe a nós pedir, portanto, discernimento para ouvir sua voz e entender a sua vontade para que da próxima vez possamos pensar em nosso coração talvez “no terceiro ano do governo da presidente Dilma eu vi ao Senhor assentado em seu alto e sublime trono” e saber o que isso quer dizer…

Anúncios