Adeus, 2021. Benvindo, 2022.

“Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados.
Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos; trazendo sempre por toda a parte a mortificação do Senhor Jesus no nosso corpo, para que a vida de Jesus se manifeste também nos nossos corpos…” – 2 Coríntios 4:8-10

Bom dia, amados irmãos.

Este é último dia do ano de 2021, um ano difícil em muitos aspectos, no qual amigos próximos deixaram a nossa convivência, seja em razão de mudança, seja pelo chamado do Senhor. Qual tenha sido a razão, sentimos a sua falta.

Muitos de nós passaram por lutas com doenças, falta de emprego e renda, tristeza e quem sabe até esfriamento da fé. O sentimento não é bom e dificilmente alguém passou incólume por este ano.

No entanto, tento não olhar para 2021 ano apenas com desilusão, mas também com um olhar de gratidão ao Senhor e a vocês pela companhia, pelo cuidado mútuo, pela caminhada em sermos cada vez mais parecidos com Jesus, e pelo Seu auxílio por meio do Espírito Santo.

Sim, Deus certamente nos carregou em seus ombros como ovelhas machucadas este ano, isso porque Ele cuida de nós, não nos abandona à nossa própria sorte, e se passamos com Ele pelo mau, também passamos (e passaremos) pelo bom.

A sua bondade, misericórdia e generosidade continua sobre nossas vidas, mesmo em meio às situações mais dramáticas da vida, sua mão continua estendida, como juízo para os ímpios, mas como benção sobre as vidas de seus filhos! Aleluia!

Contemos as bênçãos, como diz o hino antigo, que também certamente foram muitas, bênçãos de vida, de saúde, de relacionamentos, provisão e, principalmente, de intimidade com o Pai.

Deus fez muito por nós, em nós e através de nós este ano, e nos convida a essa jornada de parceria por mais um ano.

Que em 2022 aprendamos, juntos, a trilhar O Caminho, com humildade, amor, obediência à sua Palavra e esperança, aliás, não apenas esperança, fé, uma fé que Deus mesmo nos concede e deseja desenvolver e aumentar em nós.

A nossa principal esperança é pela proximidade do retorno do seu Filho Jesus, nosso Senhor, isso apenas já é razão suficiente para erguermos a cabeça e respirarmos novamente.

A minha oração é que possamos ter a mesma atitude que moveu o apóstolo Paulo, os apóstolos, e os discípulos de Cristo no decorrer da história, um pensamento que vá além das coisas do presente século e esteja fundamentado na eternidade; assim, não seremos movidos para lá ou para cá com as inconstâncias dessa vida, nossa satisfação não estará mais em coisas, pessoas ou circunstâncias, mas no Senhor, e nada nem ninguém pode nos separar do seu amor, cf. Rm 8:35-39.

Não desejo para nenhum de nós um prêmio da megasena da virada, nem um ano de 2022 isento de problemas ou lutas, mas que estejamos juntos nessa batalha, sabendo que o nosso general está à nossa frente e luta as nossas lutas.

Deus nos abençoe.

Eliade Filho, Talita e Benjamin

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s