Tweets sobre o pecado

Assim como nos alcoólatras anônimos, o primeiro passo para vencermos o pecado é admitirmos nossa condição de pecadores.

Portanto, boa tarde, meu nome é Eliade e eu sou um pecador.

Como a abstinência do álcool, o não pecar também deve ser uma luta diária. Cada dia sem pecar é uma vitória. Difícil é ter dias assim.

Por isso, como no AA, a terapia em grupo (grupos pequenos, ou igreja nos lares) ajuda no processo de vencer o pecado.

Sabendo que, se cairmos, teremos irmãos que são pecadores como nós que irão nos compreender, erguer novamente e ajudar a caminhar.

Mas acima de tudo, entendermos que é Deus quem nos fortalece, nos perdoa e nos dá a força para continuarmos, afinal, Ele nos amou primeiro.

O importante é não desistir, não focarmos na doença (pecado) mas sim na cura (perdão) e no médico (Deus).

A importância da abstinência nesse caso também é semelhante à do álcool. Cada pecado cometido aumenta nossa "sede" pelo vício de pecar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s